o Bode

Description:

Bode negro visto nas selvas de Vila Santa.

Bio:

Os poucos que o viram foram para sempre marcados pelo encontro. Olhar em seus olhos é mergulhar em um abismo negro de pesadelos.

Bestiário do Miguel:
" Personificação de um dos Demônios dos 9 círculos do inferno, uma criatura maior que um homem montado num cavalo.

Essa criatura tem um corpo de um humano da cintura para cima, da cintura para baixo o corpo de um Bode gigante e uma cabeça de um Bode aterrorizante. Seus Chifres vertem da sua cabeça como raízes do solo, seus pêlos parecem pequenas agulhas e seu cheiro parece o próprio inferno.

O demônio apareceu numa das minhas excursões no quadrante dos Valença, exatamente à sudoeste do Moinho de Vento. Primeiramente, achei a Boca do Inferno, um pedaço maciço de pedra trabalhada tampando um caminho subterrâneo. Cruzado Francisco e eu batemos na porta, sem resposta. Botei meu cavalo para tentar afundar o tampo de pedra pesada, produzindo um grande barulho.

Os minutos se passaram e estavamos rodeados pelos Inocência Maculadas e outros animais similares à ele (javalis, cachorros, coelhos, etc.). Meus cavalos, meus cachorros, Dom Francisco e eu matamos vários desses animais, creio que isto tenha instigado o grande Bode ter aparecido. Com um movimento matou o Breu, meu cachorro garanhão, e estragou a Bianca, que virou uma cadela medrosa.

Entrei no combate com o grande demônio, indo contra muitos princípios que Dom Rafael tentou me incutir. Pude ver nele, assim como nos animais, familiares ou diabretes, uma névoa negra que tinha lambejos de brasas em movimentos dentro dela. Algo que irei descrever depois.

Fui derrubado por alguma artemanha do demônio, que me fez ter pesadelos horríveis e quase perder a vida. Tenho aprender uma forma de não ser afetado por isso, se não aprender que Deus nos proteja."

o Bode

Vila Santa Monstah